, , , , ,

O que provocam as varizes?

21 de jan de 2011

As varizes são veias superficiais anormais, dilatadas, cilíndricas e tortuosas originadas de uma alteração funcional da circulação venosa", explica José Roberto Bonfim Domenici Júnior, cirurgião vascular do Hospital e Maternidade Beneficência Portuguesa de Santo André.

 

Localizadas no tecido subcutâneo - camada de gordura sob a pele - ou na parte intradérmica, elas são visíveis e na maioria das vezes palpáveis.

 

"A doença merece destaque, pois 35% da população brasileira sofre com varizes. Por influência dos hormônios, as mulheres são as que mais sofrem (são quatro mulheres para cada homem)", aponta Prof. Dr. Eduardo Toledo Aguiar, cirurgião vascular membro da SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular).

 

Embora a principal causa seja o comprometimento da parede venosa e aumento da pressão dentro do vaso ou alteração na função das válvulas, o cirurgião afirma que há outras razões envolvidas, como raça, idade, sexo, predisposição hereditária, obesidade, hábitos alimentares, hábitos posturais, gravidez, uso de anticoncepcionais, traumatismo e tabagismo.

 

 

Na listinha de motivos há ainda alguns hábitos estéticos, bastante comuns na rotina das mulheres. Mas nem sempre eles estão associados ao mal. Um exemplo disso é a drenagem linfática.Quando realizada de maneira correta, ela favorece o retorno sanguíneo, isto é, com movimentos e pressão leve, seguindo o trajeto do sistema linfático, a drenagem diminui o inchaço, a sensação de pernas cansadas e a dor. Portanto, ela pode sim ser realizada como tratamento e prevenção, conforme explica Tânia Antonialli, fisioterapeuta Dermato-Funcional, que indica sempre procurar um médico. "Existem algumas contra-indicações como, por exemplo, a trombose venosa profunda".

 

As meias compressoras seguem o mesmo princípio, elas ajudam a diminuir o inchaço das pernas principalmente em pessoas que passam muito tempo de pé ou sentadas. Mas, assim como no caso da drenagem, o uso da meia deve ser feita com indicação de um médico vascular.

 

E a cera quente? A fisioterapeuta esclarece que ela não é responsável pelo aumento das varizes. "Quando a pessoa fica exposta há uma temperatura de calor excessivo pode dilatar as veias. Mas, como a depilação é um processo rápido, ela não pode ser o fator principal para o seu surgimento". Outra dúvida acontece em relação aos exercícios físicos, pois muita gente acredita que eles são responsáveis por piorar o problema.

"Quando praticados de forma moderada ajuda a prevenir o aparecimento dos vasos e varizes, devido à contração muscular que favorece o retorno do sangue ao coração. A falta ou excesso de atividade física, feita com esforço muito grande, é que favorece", explica a fisioterapeuta.

 

Segundo o cirurgião, não existe nenhuma relação entre varizes com depilação, uso de salto alto, subir escadas, carregar peso, musculação e ginástica. "Pelo contrário", atesta. Praticar ginástica, musculação e subir escadas é considerado também um exercício e são recomendados para a prevenção, desde que feitas de forma correta e sem exageros.

 

Para entender melhor como se formam as varizes, Domenici explica que elas surgem a partir de uma deficiência da circulação. "As artérias levam sangue para todas as partes do corpo, que é devidamente bombeado pelo coração. A pressão sanguínea nas veias, no retorno do sangue ao coração, é menor e a circulação depende da ajuda dos músculos da panturrilha, já que a volta do sangue ocorre contra a força da gravidade". Essas válvulas trabalham em um único sentido, que impedem que o sangue retorne para os pés, mas se ocorrer uma falha em uma dessas válvulas ocorrerá um acúmulo de sangue provocando as varizes.

 

O tamanho e características das veias é que vai determinar o tipo de tratamento: escleroterapia (injeção de solução alcóolica ou hipertônica dentro dos vasos) ou cirurgia. "As veias tratadas com cirurgia ou esclerosadas não voltam, mas vale lembrar que outras poderão surgir já que a causa exata ainda e desconhecida ou mesmo pela dificuldade de ser constatada", destaca o cirurgião do Hospital e Maternidade Beneficência Portuguesa de Santo André.

 

Quando há algo de errado na circulação sanguínea o corpo nos avisa de várias formas, umas mais aparentes, outras não. Vasos e varizes estão entre os sinais mais visíveis, principalmente nas pernas, motivo de transtorno para muitas mulheres.

 

Por isso, mulheres com predisposição ou mesmo aquelas que já passaram por algum tipo de tratamento devem manter uma dieta saudável, principalmente rica em fibras, e não ganhar peso.

 

Além disso, evitar de ficar muito tempo sentadas ou mesmo usar cintas e roupas apertadas.

O uso de meias elásticas de média compressão são importantes durante a gravidez.

 

E, sempre que possível, descanse com as pernas elevadas.

 

Fonte: Vida Mulher

Veja também

0 comentários

Participe do blog deixando o seu comentário!