, ,

Como retirar seu nome do SPC ou SERASA

6 de jan de 2011

Entra ano, sai ano e as pessoas não aprendem. Gastam além do que podem. Será o apelo comercial? As insistentes propagandas que quase nos obrigam a comprar? Será a vontade de ter um final-de-ano mais alegre, depois de um ano inteiro de dificuldades? Será pela aquisição de bens necessários à família, como geladeira, fogão, entre outros? Ou será pelo gasto descontrolado?

 

Independente do motivo, o resultado é o nome protestado. Não se consegue comprar mais nada a prazo porque as empresas consultam o SPC e o SERASA.


O SERASA é mantido por instituições financeiras.


O SPC é mantido pelo comércio, prestadoras de serviços, entre outros.

 

É importante saber que toda pessoa tem direito a saber se seu nome está no banco de dados do SPC ou do SERASA. E não se paga nada por isso. É só ir pessoalmente a um dos postos de atendimento destas entidades com seu CPF, identidade e fazer a solicitação.


Outra informação importante é que estas instituições são obrigadas a informar à pessoa que o nome dela será incluído no cadastro de ambas. O aviso é feito através de carta registrada e a pessoa tem 10 dias para resolver a situação.

 

Para limpar o nome no SPC o primeiro passo é procurar a empresa onde você tem a dívida e tentar um acordo. Parcelando a dívida, após o pagamento da primeira parcela, seu nome já deve ser retirado da base de dados do SPC.


Lembre-se de ter todo o acordo escrito e assinado.

 

Para limpar o nome no SERASA vai depender da sua situação.


Se o motivo é cheque sem fundos, ou se o protesto foi feito em cartório, ou se você é réu em uma execução de dívida, ou é dono de uma empresa falida, ou se a dívida for com órgãos federais.

Nestes casos, você deve procurar cada um dos envolvidos, por exemplo, se é cheque sem fundo, procure a agência e informe sua intenção de pagar. Se é protesto em cartório, vá ao cartório e solicite a certidão para saber quem fez o protesto.

 

Lembre-se de deixar escrito e assinado tudo que for combinado verbalmente.

Após o pagamento, solicite novamente ao SPC e ao SERASA nova consulta para certificar-se que seu nome não consta mais na lista de devedores.


Não pague juros e multas sem antes consultar um Advogado.

 

Por Russel

Veja também

0 comentários

Participe do blog deixando o seu comentário!