, , ,

Drenagem Linfática para celulites

21 de set de 2012

Desenvolvida há trinta anos pelo terapeuta dinamarquês chamado Vodder, em parceria de sua esposa, a drenagem linfática é um tipo de massagem corporal que estimula a circulação sanguínea e atua na eliminação de toxinas do organismo.

Embora sempre tenha sido considerada como um dos melhores tratamentos estéticos usados para reduzir medidas e combater a celulite, alguns especialistas da área, afirmam que, na verdade, a drenagem linfática não funciona bem assim.

Os médicos dizem que o real objetivo da drenagem linfática é o de reduzir a retenção de líquidos corporais, principalmente nas regiões da coxa e nádegas, pontos preferidos de localização da visitante indesejada, celulite.

Podem ser provocados por diversos fatores – período pré menstrual, vida sedentária, alimentação desregrada – com alto consumo de sódio e conservantes – , entre outros.

Portanto, o método alivia a sensação de peso e inchaço dessas partes, mas não têm o poder de resolver a celulite por completo.

images (13)

Com isso, é mais recomendado para pessoas que possuam grau de celulite leve – no estágio 1, onde apenas consegue-se perceber os terríveis furinhos se apertar ou contrair o local onde eles estão instalados. E, nesses casos, é inegável sua eficiência na melhora e aparência da pele, que fica surpreendente mais firme e bonita.

O tratamento ainda opera na regeneração dos tecidos, relaxa, tranquiliza,  melhora o sistema imunitário e a ação anti-inflamatória do organismo.

No entanto, deve ser evitada por que sofre de infecções agudas, insuficiência cardíaca, trombose, hipertensão, câncer e bronquite asmática.

A drenagem linfática é realizada através das técnicas de Evacuação – que desobstrui os gânglios e demais vias linfáticas – e Captação, onde começa de fato o processo de drenagem – permitindo a retirada dos líquidos acumulados entre as células e os resíduos metabólicos.

A massagem redutora pode ser feita de modo manual – a partir de círculos com as mãos e o polegar e movimentos combinados e vigorosos -, por intermédio de aparelhos – por um sistema de computador que infla e desinfla uma espécie de bolsa que melhora o funcionamento das linfas -, ou sob eletroestimulação – modalidade mais atual do procedimento, consiste no uso de eletrodos colocados na região dos gânglios linfáticos por onde passa uma corrente elétrica que estimula a circulação linfática.

 

Por Malanny Serejo

Veja também

0 comentários

Participe do blog deixando o seu comentário!