Modelo de currículo

3 de fev de 2011

Porta de entrada profissional, o currículo além de um documento burocrático, apresentado no momento de concorrer a uma vaga, é ele o primeiro contato com a empresa que deseja trabalhar, sendo, por tanto, analisado e observado minuciosamente. Para não fazer feio na hora de apresentá-lo, correndo o risco de anular suas chances de conseguir aquele desejado emprego.

 

Confira algumas dicas do que não fazer ao montar seu currículo:


- Apenas mande foto se ela for solicitada por quem está fazendo a seleção de emprego.

 

- Não precisa escrever que se trata de um currículo, e não faça isso em latim – curriculum vitae – é ultrapassado.

- Só forneça no currículo os números dos seus documentos se eles forem solicitados. O que normalmente ocorre apenas no momento da contratação.

 

- Não precisa informar os nomes dos seus pais, são dados desnecessários.

 

- O formato da letra e cor devem seguir o padrão básico. Prefira o preto nas fontes convencionais – Times New Roman e Arial.

 

- Não descreva características de sua personalidade. Elas serão – muito bem – checadas na entrevista e nas dinâmicas de grupo. No currículo, essas informações não acrescentam em nada para o conhecimento do seu perfil profissional.

 

- Se fala outro idioma, informe, de maneira sucinta, se seu nível no idioma é básico, intermediário ou fluente.

 

- Não cite experiências que não estão relacionadas com sua atuação profissional.

 

- Coloque sempre a data de entrada e de saída da empresa, não apenas o tempo em que permaneceu no local.

 

- Descreva, de forma decrescente, as informações de sua experiência profissional. Ou seja, seu último emprego ou o atual devem aparecer no topo da lista.

 

- Se forem iguais, as funções que desempenhou em cada empresa, coloque esses dados no campo de sua qualificação. De preferência, destaque os resultados obtidos em cada local em que já trabalhou.

 

- Apenas coloque informações sobre suas atividades extra profissionais, se elas forem atuais. Ainda assim, tenha cautela. Se o seu perfil não for arrojado, prefira o modelo clássico de currículo.

Veja também

0 comentários

Participe do blog deixando o seu comentário!