, , , , , ,

Dicas de saúde: Como tratar as cicatrizes das acnes

6 de ago de 2013

thumb

A acne, que antes acometia a população adolescente, hoje ataca mulheres e homens de todas as idades e não raras vezes costuma deixar marcas que causam desconforto e geram transtornos emocionais.

São inúmeros os tratamentos que podem ser feitos para corrigir essas marcas e cicatrizes, e cada tratamento vai depender de cada caso, pois os tratamentos são individualizados e o que serve para uma pessoa pode ser desastroso para outra. Em muitos casos, aliás, são necessários mais de um tratamento para que se obtenha resultados melhores e mais rápidos.

Vou começar a falar dos tratamentos possíveis, mas é preciso ressaltar que todos eles somente devem ser feitos por médicos dermatologistas, pois são inúmeras as possíveis complicações e os efeitos adversos existem. Então, só uma pessoa preparada para lidar com esses problemas é quem deve realizar esses procedimentos. Entendido?

Aviso isso porque sei que tem muita gente que, com pena de gastar, se joga nas mãos de profissionais não preparados e depois acabam pagando um preço bem alto. Recado dado!

 As técnicas mais utilizadas são peelings químicos, dermoabrasão, preenchimento cutâneo, elevação das cicatrizes, excisão e sutura simples, ressurfacing com laser e subcisão.

Os peelings químicos podem ser superficiais médios e profundos e os resultados e indicações depende do estado da pele.

Somente quem pode avaliar o tipo correto de peeling é um médico dermatologista, mas os resultados costumam ser satisfatórios.

roacutan4

A dermoabrasão nada mais é que o lixamento da pele, sendo indicada em casos onde as cicatrizes são mais profundas e com depressões grandes.

O procedimento é doloroso e, por isso, feito com anestesia. Além disso, há o risco de manchar a pele, sobretudo em casos de meninas morenas e negras.

Em casos onde as cicatrizes deprimidas “somem” quando esticamos a pele, o preenchimento cutâneo é a melhor alternativa, sobretudo o que é feito com a técnica de microgotas. Os ativos são injetados  abaixo da cicatriz ou marca, levantando-a.

Alguns preenchedores podem ter efeito temporário, como os feitos com ácido hialurônico, que dura, em média, 1 ano, ou definitivo, como o que é feito com o dimetilsiloxane. De modo geral, não é um procedimento doloroso, mas quem possui uma sensibilidade maior pode usar um anestésico local.

Quando as cicatrizes ou marcas da acne se parecem com marcas de catapora, o procedimento indicado é a elevação das cicatrizes, que é feito com anestesia local.

Nesse procedimento, utiliza-se um punch que corta a pele em volta da cicatriz, mas sem removê-la da pele, elevando-a até que fique uniforme e aplicando um curativo para fixá-la.

Inicialmente a pele pode ficar irregular, com áreas mais altas que outras, e nesses casos é necessário fazer uma sessão de dermoabrasão para uniformizar a pele.

Quando as cicatrizes possuem bordas irregulares e são disformes, a excisão e sutura simples, que é feita sob anestesia, é uma boa opção.

O ressurfacing com laser é bastante similar a  à dermoabrasão , mas no lugar das lixas usa-se o laser para remover o tecido.

Já a subcisão é feita para elevar as cicatrizes deprimidas com uma técnica que libera a pele da fibrose cicatricial, resultando em um hematoma que acaba estimulando a formação do colágeno, o que ajuda ainda mais a elevar a cicatriz.

Veja também

0 comentários

Participe do blog deixando o seu comentário!